Prefeitura de Boa Vista cerca praça onde venezuelanos estão acampados

Segubdo a EBC, a prefeitura de Boa Vista, Roraima, cercou com tapumes, a praça Simón Bolívar, local onde vivem cerca de 600 imigrantes venezuelanos que fogem da crise no próprio país. Grande parte dos imigrantes continua no local e agora têm a entrada e saída controlada por agentes da guarda municipal.

A prefeitura confirmou a instalação e justificou que a ação faz parte de uma iniciativa já prevista de manutenção das praças da capital. O trabalho foi retomado após o auxílio do Exército na realocação das famílias em abrigos.

A professora de Relações Internacionais da Universidade Federal de Roraima e também integrante do Movimento Acolher, Júlia Camargo, criticou a ação da prefeitura.

A prefeitura de Boa Vista disse que pretende devolver a Praça Simón Bolívar à população da cidade, recuperando danos causados pela concentração de pessoas.

Uma coletiva de imprensa está prevista para esta terça-feira (3), quando serão dados mais detalhes sobre o objetivo da instalação dos tapumes na praça e como se dará a entrada e saída de pessoas durante as obras.

Notícia: Agência Brasil/EBC – Publicado em 02/04/2018;